Quem acompanha o @fashionistando no Instagram sabe que as últimas semanas foram intensas. Passamos alguns dias em Londres, para cobrir mais uma edição da London Fashion Week. E todas as vezes que estamos na cidade, a gente tira um tempinho para visitar o Victoria & Albert Museum. Isso porque o museu – que é por si só incrível – sempre apresenta uma exposição dedicada exclusivamente para a moda.

E desta vez, a mostra em cartaz traz um tema super curioso: as lingeries (e todas as variações de roupas íntimas). Se você se interessa por este assunto e está na capital inglesa, a gente adianta: corra! A exposição “Undressed: A Brief History of Underwear” fica em exibição só até domingo, dia 12.

Agora, se você não está na terra da rainha, leia esta matéria até o final. Vamos tentar passar um pouquinho do que vimos por lá, tá?

Assim que você entra na exposição, já observa muitos espartilhos. Com cinturas extremamente finas, fica a pergunta: como as mulheres conseguiam fazer qualquer tipo de atividade com uma coisa tão sufocante? Tanto é que, alguns passos depois, você vê que médicos afirmaram que muitos problemas de saúde das mulheres desta época (meados de 1880) eram causados pelos corselets. A curiosidade é que, ao lado de um corset de algodão, também aparece um raio-X que revela o impacto da peça sobre o corpo.

londres-exposição-Undressed-A Brief History of Underwea2

londres-exposição-Undressed-A Brief History of Underwear

Outro item que chama atenção na mostra são as anáguas em material rígido. Objeto extremamente desconfortável, mas que deixava os vestidos das mulheres super armados e volumosos.

A exposição faz uma viagem nesta história e mostra como as lingeries foram diminuindo ao longo dos anos e se transformando. Ao todo, cerca de 200 itens, entre peças íntimas, fotografias, vídeos e adereços compõe a exibição que é interessante não apenas para os aficionados por moda e sua evolução.

undressed2016JC8940

E desvendando a relação das peças íntimas com a moda, a exposição ainda explora nomes de estilistas que marcaram época, como o francês Paul Poiret, famoso por libertar as mulheres do espartilho e criar, no século 20, uma nova silhueta feminina, com vestidos soltos e chemisiers.

undressed2016JC8987

Também estão em exibição peças criadas por Stella McCartney, La Perla (um vídeo com o estilista brasileiro Pedro Lourenço compõe a mostra), Rigby & Peller, Paul Smith e Dolce & Gabbana. Muito – muito mesmo – interessante. Vale a visita!

Visitamos a exposição a convite do VisitBritain.

RODAPE_LONDONFW_2017

FAB. | DIVINA PELE | ARTE SACRA | CLAUDIA MARISGUIA | BEIRA RIO CONFORTO | MOLECA 

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Cultura / Radar'