O desfile da mineira Patricia Bonaldi nesta edição da SPFW mostrou um novo momento da marca, que tem em seu DNA o primoroso trabalho do handmade, mas que agora chega com shapes mais esguios e modernos, deixando um pouco de lado a famosa silhueta lady like.

Desta vez a estilista trouxe a rusticidade Vicking para a passarela. Este contexto foi aplicado com uso de vários elementos: franjas, juta, cordões rústicos, metais e pedraria. Mesmo com visual forte, a feminilidade não foi deixada de lado.

Essa preocupação foi mantida também na concepção da beleza do desfile, que teve o comando de Henrique Martins. O beauty artist aprofundou sua pesquisa no tema dessas mulheres, que durante a caminhada atravessam geleiras e desertos. “O foco foi mostrar esse rosto queimado pelo frio, por isso as bochechas estão delicadamente marcadas com blush rosa“, explica.

Para os cabelos, nada mais atual do que as tranças puxadas desde a raiz. Os fios da parte da frente foram deixados soltos, para ganhar movimento na passarela, como se tivessem se soltado ao longo da caminhada. As tranças foram unidas na parte de trás e presas com linha de crochê, para arrematar a história do rústico e nômade.

Delicado na medida!

 

Veja mais:

Streetstyle: Jaqueta Jeans!

Ronado Fraga: beleza apaixonante no SPFW!

Destaques no SPFW!

Favoritos no desfile da Animale

Imagens: Agência Fotosite

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Beleza / Passarelas'