Marcos Costa, maquiador oficial da Natura, é um dos beauty artists mais simpáticos do universo da moda. Sempre atencioso e disponível, ele também é responsável por criar belezas estonteantes e, as vezes, enigmáticas. Nesta última edição do SPFW, Marcos assinou a beleza de quatro desfiles: Ronaldo Fraga, Lino Villaventura, Fernanda Yamamoto e UMA por Raquel Davidowicz. Algumas contaram com adereços elaborados na cabeça, já outras foram puras e femininas, como a do fashion show da UMA.

Como a coleção de Raquel Davidowic trazia uma forte inspiração da arte primitiva, Marcos optou por usar dois tons como base: ouro velho e prata. E, segundo o maquiador, esta é uma das suas principais apostas para o ano. “Acho que o ouro velho se adapta a diferentes situações. O pigmento bronze, dourado e com um toque de grafite é versátil e pode ser usado nas passarelas ou em um casamento”, explica.

E ao apostar no ouro velho + grafite, ele fez uma interessante brincadeira entre o quente e o frio. “Sempre gostei desta mistura. Acho que combina com a pele da brasileira e acaba garantindo um resultado coringa”, diz Marcos Costa.

Para compor a beleza da UMA, Marcos usou o duo de sombras de alta cintilância de Natura Una. As cores deste duo são intensas e conferem um efeito perolado, de alta luminosidade. “Se você usar a sombra molhada, ela fica com mais brilho e ainda mais cintilante”, sugere. Mas, ele ressalta: “Não é estilo anos 80! O ouro velho e o prateado juntos resultam em um visual muito sofisticado”.

E para finalizar, máscara de cílios, um pouquinho nos inferiores e várias camadas nos superiores, para levantar o olhar e aumentar. O resultado ficou incrível, né? Vamos copiar?

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Beleza / Passarelas'