Roma é a cidade mais visitada da Itália e um dos destinos mais procurados da Europa. E isso não é por acaso! Ela já foi o maior império da antiguidade e é considerada berço da civilização, responsável pelo enriquecimento da cultura ocidental, por meio dos aspectos artísticos, linguísticos, jurídicos e políticos.

Esta cidade, também conhecida como “museu a céu aberto”, te convida a voltar no tempo e embarcar na história remota. Em uma mesma via é possível admirar, simultaneamente, ruínas e construções da época imperial e republicana, observando a beleza da arquitetura barroca das igrejas e das múltiplas obras renascentistas. Toda a magia deste cenário é adornada com um forte trânsito de veículos e pessoas, embalada pelo som de buzinas e obras que nos trazem imediatamente para o século XXI.

O que você tem que conhecer

Caminhando pelas ruas da metrópole das sete colinas você esbarra com os pontos turísticos mais famosos de Roma, como o Coliseu, Fórum Romano, Arco de Constantino, Praça do Papa e a Praça Veneza, com vista para o monumento dedicado ao primeiro rei da Itália unificada, Vittorio Emanuelle. Mas, também não podem ficar de fora do seu roteiro o Circo Máximo, Termas de Caracala, Palatino e, claro, a Fonte de Trevi.

Para os que curtem igrejas e/ou arquitetura, o imponente Castelo Santo Ângelo é imperdível, assim como a Basílica de São João de Latrão e da Santa Maria Maior. A Praça Navona é outro lugar que não pode deixar de ser visitado em Roma. Repleto de monumentos, fontes e restaurantes, é o ponto ideal para experimentar a bella cuccina italiana.

Falando em “mangiare”, o bairro Trastevere é famoso pela sua gastronomia. Mas, o ideal é ir à noite, quando o local de ruas estreitas abre seus restaurantes e a boemia ganha a vez. Recomendo experimentar o Raviole di Tartuffo Nero (Trufas Negras), regado a um bom vinho italiano à sua escolha. E a minha dica é: opte pelos próprios vinhos da casa! Eles costumam ter excelente custo/benefício.

Para quem gosta de aliar turismo às compras, a Praça da Espanha é a melhor pedida. Além de poder admirar a bela fonte em forma de barco e o pôr-do-sol da escadaria espanhola, é possível ver também a Via Condotti, rua repleta das mais famosas grifes europeias, indicada para os bolsos mais fartos. Mas, se você procura um local com preços mais acessíveis, vá até a Via del Corso e reserve um dia inteiro para entrar em todas as lojas.

Clima

O melhor período para conhecer a Itália é entre Abril e Setembro, quando os dias são mais longos e com sol. E atenção: Julho e Agosto são os meses mais quentes e o calor pode ser infernal! Além disso, nestes dois meses os romanos saem de férias. Por isso, muitas lojas e restaurantes da cidade permanecem fechados.

Dicas

Como toda metrópole bastante visitada, Roma conta com os clássicos ônibus turísticos de dois andares que percorrem os principais pontos da cidade. Você pode embarcar e desembarcar, no mesmo dia, quantas vezes quiser, por uma tarifa única. Os ônibus saem a cada 20 minutos, da Praça del Cinquecento, localizada em frente à estação Termini. Nesta mesma praça você encontrará um quiosque de informações turísticas que serão imprescindíveis para complementar seu roteiro e explorar bastante esta cidade tão singular em seu modo de ser e estar.

Imperdível

Você não pode ir embora de Roma sem: andar a pé pela cidade, sentar em uma cafeteria para degustar um delicioso cappuccino, jogar uma moedinha na Fonte de Trevi (fazendo um pedido), experimentar um tradicional speghetti ao sugo e o gelatto di tartufffo (sorverte de trufa de chocolate).

Ah! E não se esqueça de visitar o Vaticano, seja qual for sua religião! Este pequeno país, situado dentro de Roma, conta com uma imensa riqueza artística, histórica e cultural. E é este o tema da próxima matéria. Fique ligado!

3 Respostas para “Roma: Singular no modo de ser e estar!”

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Roteiros / Turista'