Não adianta. Toda mulher tem que ter um bom corretivo na sua nécessaire. Para quem não sabe, este é um produto elaborado especialmente para disfarçar imperfeições mais marcantes do rosto (olheiras, machas, acne, cicatrizes). Mas, sempre deve ser usado com muita moderação.

A tendência de make up tem sido buscar leveza na pele. Temos observado alguns profissionais eliminando as antigas toneladas de produtos. O básico para o dia-a-dia é usar uma base (de preferência líquida, para dar um aspecto mais natural) ou BB Cream. No caso de ainda ter alguma marquinha, aí sim devemos cobri-la, aos poucos, com corretivo.

Como a oferta por aí tem sido grande, muita gente acaba perdida e não faz boas escolhas. Por isso, procuramos beauty artists da nossa confiança para explicar e dizer o que você realmente tem que ter.

Para Léo Batista, quem sofre com olheiras e manchas não pode ficar sem corretivo. Ele indica o cor da pele apenas para disfarçar pequenas imperfeições. Já o corretivo colorido, que pode ser comprado em palletes com vários tons, é indicado para casos mais extremos. Segundo ele, “cada cor neutraliza uma situação, seja espinha ou picadas de insetos”. E completa: “não se esqueça que após o uso do corretivo colorido, temos que usar o corretivo cor da pele ou a base indicada para dar um bom acabamento”.

Segue uma tabela que o expert criou para facilitar a nossa vida:

Corretivo amarelo: bom para olheiras roxeadas e hematomas.
Corretivo verde: ideal para manchas avermelhadas como vasinhos, espinhas e picada de insetos.
Corretivo vermelho ou laranja: bom para manchas amarronzadas.
Corretivo lilás ou azul: indicado para quem têm sardas.
Corretivo bege: disfarça manchas de Vitiligo.
Corretivo branco: serve muito bem como fundo para sombra em pele muito manchada. É um tom que revela as cores mais intensamente.

Se você tem o rosto com várias marquinhas, a dica é: adquira uma palette de corretivos com várias cores. O profissional indica duas opções: o Dermacolor Camuflagem, da Kryolan ou o Fortified Skin, da MAC.

A Kryolan é realmente a queridinha dos maquiadores! Fernanda Bellone também indica o produto e diz que é importante, antes de mais nada, estar com a pele limpa para começar a se maquiar. Com o rosto cheio de impurezas os poros ficam obstruídos, o que gera oleosidade excessiva e pouca durabilidade da maquiagem. “Também é importante estender o cuidado da utilização e aplicar o corretivo com um pincel apropriado nas áreas escolhidas”, frisa a especialista.

O tão falado corretivo da Kryolan é excelente, mas Léo orienta: “esse é mais indicado para profissionais. Sem dúvidas é o melhor, pois além de vários tons, ainda tem uma cobertura perfeita. Só faça o investimento se souber mesmo como aplicar o produto, para que o rosto não fique manchado”, arremata.

Giselle Apicela chama atenção para outro caso recorrente: escolher o tom errado do  corretivo. Isso faz com que as imperfeições fiquem ainda mais visíveis! Segundo Giselle, “o grande erro da maioria das pessoas é escolher um tom bem abaixo do tom de pele, e isso faz com o corretivo fique sobressalente na maquiagem, principalmente na luz de flash, em fotografias”.

Giselle ainda dá uma ótima dica: deve-se usar o corretivo antes da base quando se pretende cobrir imperfeições muito aparentes e após a base quando as imperfeições são mínimas. No dia-a-dia o ideal é escolher corretivos líquidos, que possuem textura mais leve. Ela ainda indica fazer a aplicação com o dedo: “use o anelar com leves batidinhas, assim a textura fica leve e bem compactada à pele”.

Conheça a lista dos produtos curingas que não podem faltar para a beauty artist:

Mac Pro Longwer Concealer NW 25 – Corretivo líquido de longa duração, tem uma tonalidade que se adapta bem à vários tons de pele (tanto em tons de pele clara, quanto em morenas de tons médios). Cobre bem as olheiras e as imperfeições e não fica craquelado, apesar de ser um corretivo de longa duração, o que é excelente para peles mais maduras.

Yellow Mary Kay – Ótimo para cobrir olheiras. Deve ser passado antes da base ou então usar outro corretivo por cima, com tom mais próximo da tonalidade da pele.

Fernanda Bellone complementa e compartilha mais um super conselho: “Quando for comprar um corretivo para o uso pessoal, tome o cuidado de aplicar em uma parte do rosto para conferir se o tom está adequado para você”.

Aprendeu? A dica final é: tenha poucos e bons produtos, que sejam indicados para o seu caso. Não é porque sua amiga está usando ou você viu em uma revista que ele é bom para você, viu?

Quer conhecer mais o trabalho do Léo Batista? Ele atende no Tif´s Alameda da Serra
Alameda da Serra, 1369 – lojas 18 e 19 | Nova Lima – (31) 3589.5555

Quer entrar em contato com Giselle Apicela? Basta ligar para (31) 3653.545
Centro de Beleza, Estética e Saúde – Av. Luiz Paulo Franco, 385 – sala 509 – Belvedere l BH

Quer agendar um horário com a Fernanda Bellone?
O salão fica na Rua Turfa, 1332 – Prado | (31) 3372-9892

4 Respostas para “Qual o corretivo ideal para você?”

  1. olá, por favor me mande uma cor que cubra melasma, tem um lado meu rossto que esta completamente manchado ela é marrom escuro tem uma mancha que parece preta grata e qdo uso lilas parace que mancha fica cinza, ouvi dizer de corretivo branco

  2. Igual a Paula sou de pele clarinha tenho melasma bem escuro, e minha olheiras são azuladas ou talvez um pouco roxas, estou com a palheta dermacolo da kryolan ganhei de uma amiga .
    Qual corretivo possa usar para cobrir meu melasma

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Beleza / Novidades'