Depois de pagar de bocó em Paris, tive que consultar minha amiga especialista na capital francesa para que ela me desse dicas pontuais de onde eu comeria bem na charmosa cidade luz. A ideia é que ela me indicasse onde eu sairia: satisfeito, fino e elegante. Uma rápida conversa via Messenger do Facebook e Lígia nos mostrou duas opções. Gostamos de uma primeira e fomos lá ver se era tudo que ela falava.

O lugar era na rua do restaurante onde eu comi um incrível, só que não, patê de carne crua. O Tartar de carne bovina que eu jamais me esquecerei, infelizmente, precisava ser esquecido! Enfim, águas passadas não são boas para fazer refresco de caju! Então, fomos ver o novo restaurante, o Boco! Não leitor, bocó sou eu, esse é o Boco.

O lugar é super charmoso e a comida é toda orgânica, uma coisinha biológica linda e romântica que eu curti de cara, a começar do atendimento. O cardápio é uma prateleira que lembra gôndolas de frios de supermercado e ali estão preparos de chefs bacanérrimos e contemporâneos que brincam com pratos saborosíssimos. É só chegar, ler (Sabe francês? Não? Então vai pela cara!), ver o que mais agrada, pegar e entregar para o moço simpático no balcão.

Escolha uma bebida sensacional e reze para que não tenha um oriental na mesa ao lado arrotando e deixando o francesinho que te atendia mais constrangido que você. Afora as culturas desrespeitadoras e que acham que podem atropelar a todos fora de seu país, o lugar é agradabilíssimo! Fecha cedo à noite (22h), mas abre cedo para o almoço (11h).

A sobremesa é linda e meus amigos ogros, vendo as fotos, não deixaram piadinhas ridículas de lado, mas tudo estava magnanimamente delicioso. A quantidade é suficiente, o atendimento é primoroso e existem diversas comidinhas que podem ser levadas para casa. Claro, isso não é tão barato quanto comer na Mc Donald’s, mas nem tão caro quanto comer nos chiques de Paris. E eu acho que vale mais a pena que ambos. SENSACIONAL!

Onde fica o Boco (O bocó fica aqui, na casa dele. Eu não aguento não fazer os trocadilhos, me perdoem!)?
Boco Opéra – 3 rue Danielle Casanova 75001 | Paris
Tel.: 01 42 61 1767 – www.boco.fr

Uma Resposta para “[Paris] Não pague de bocó, vá de Boco.”

  1. Lígia Passos

    Primeiro devo dizer que ganhei meu dia ao ser chamada de “miga especialista na capital francesa” pelo tão querido amigo Rodrigo!!!

    Depois, foi uma situação no mínimo interessante quando dei a sugestão! Apesar de não conhecer fisicamente o restaurante, tinha lido muita coisa legal sobre lá.
    E conversando com o bocó, digo, o Rodrigo (hahaha, tb não resisti!!!) achei esse lugar a cara dele.

    Mais legal ainda foi que ele foi lá praticamente no mesmo dia, e gostou!!! Porque é delicado esse lance de dicas em viagens. É muito peculiar de cada um gostar ou não de certas coisas.

    Mas fiquei feliz de ter acertado em cheio dessa vez!!!
    E ano que vem, se Deus quiser, o Boco tá no meu roteiro!!!

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Gastronomia / Turista'