A mineira Juliana Jabour apresentou sua coleção ontem, penúltimo dia do SPFW. Inspirada pelos anos 90, a estilista apostou em peças que chamam a atenção pelos grafismos em preto e branco. E essa arte acabou refletida na beleza do desfile, embora o beauty artist Henrique Martins tenha afirmado não trabalhar muito com referências e inspirações.

O maquiador disse que a ideia da make partiu da Juliana, que queria um olho delineado. Por achar o detalhe muito comum, Henrique acabou sugerindo um olho com efeito 3D, delineado apenas na parte externa dos olhos, saindo um pouco para fora. Para garantir o resultado, foi usado papel cartão e fita durex, que conferiu um brilho ao detalhe. Este detalhe lembrou o último desfile da Versace, né? Os cílios ficaram bem curvados e sem máscara.

A pele foi iluminada com base Studio Sculpt Foundation, pó Studio Moisture Fix, base Studio Sculpt Foundation, corretivo Select Moisturecover, além do Pro Sculpting Cream. O toque de luz ficou por conta da base Pearl Cream Colour.

No nariz, cream colour base Shell e Pearl, enquanto a boca ganhou um belo destaque, com o vermelho vivo do batom Lady Bug. A sobrancelha foi corrigida com Brow Duo Rehead da coleção Stiylish Brow. Todos os produtos usados são da marca MAC.

O cabelo combinou com os olhos, sendo puxado um coque no alto e como detalhe especial: um acessório de fita de vinil, que deu um toque final à beleza e reforçou a ideia do grafismo, tão presente nas peças.

As unhas não foram esmaltadas, já que os vidrinhos, com a cor que a estilista havia escolhido, ficaram presos na alfândega. Mas, isso não comprometeu a belíssima apresentação.

Uma Resposta para “O grafismo na beleza de Juliana Jabour”

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Beleza / Passarelas'