Há muito tempo percebemos os olhos do mundo voltados para o Brasil. Claro, ainda há muito o que mudar e estamos longe de podermos ser comparados a países de primeiro mundo, como os Estados Unidos, mas alguma coisa de interessante vem acontecendo a favor dos consumidores de moda brasileiros. A começar com a abertura de lojas ícones em nosso país, como a aguardadíssima Topshop, Miu Miu, Lanvin, Michael Kors, Balenciaga, Balmain, Yves Saint Laurent, Tod’s, entre outras.

Macy´s

É evidente o interesse internacional no poder econômico brasileiro. Tão evidente que até algumas lojas onlines fast fashion, que antes não passavam nem perto do território “tupinikim”, agora estão anunciando entrega no Brasil. Você já pode encher seu carrinho virtual na Bloomingdale’s, na Macy’s e na Nordstrom, por exemplo.

Bloomingdale´s

Ao visitar as lojas, os preços dos produtos são automaticamente convertidos em real e algumas delas, como a Bloomingdale’s, já oferecem a opção de pagar os impostos juntamente com a compra. Assim, seu pedido é entregue na sua casa, sem problemas. Bem, quase sem problemas, já que os impostos brasileiros são altos e, no fim, o valor da compra quase dobra.

Infelizmente nem todas as lojas enviam para o Brasil. Para fazer pedidos na Forever21 ou na H&M, por exemplo, ainda é preciso ter um endereço em território internacional – coisa que se pode comprar em sites como o shipito, que envia compras ao Brasil desde que se pague uma “pequena” taxa. Outras marcas têm como empecilho algumas restrições governamentais. É o caso da Victoria’s Secrets, que há alguns meses anunciou que não envia mais produtos próprios (cremes e produtos de beleza incluídos) nem para o Brasil nem para a Argentina.

De qualquer forma, a abertura das portas brasileiras para marcas internacionais gera forte concorrência para as marcas brasileiras. Tomara que o resultado seja positivo financeiramente para o consumidor brasileiro. Vamos aguardar.

3 Respostas para “O Brasil está com tudo!”

  1. Carol Drummond

    Tenho o costume de visitar esses sites – Macy’s e Bloom- diariamente e também reparei que, de uma hora pra outra, começaram a converter os preços para real e a oferecer entrega aqui no Brasil. Fiquei super empolgada com a nova opção, pena que nem todos os produtos podem ser entregues aqui e os impostos brasileiros serem tão desanimadores! Mas acho que vale a pena para quem não tem planos de viajar pros EUA tão cedo!

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Comportamento / Moda'