Com o objetivo de fortalecer marcas cariocas, o projeto Cria Rio, iniciativa da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN), em parceria com o SEBRAE, apresenta na 13º edição do Minas Trend dois stands com roupas e bijuterias de empresas que buscam firmar seu espaço no mercado nacional de moda. Os expositores pretendem estabelecer contatos e, claro, concretizar bons negócios.

Segundo Giovanna Ferrari, que faz parte da coordenação de moda do SEBRAE, o objetivo desta parceria é oferecer capacitação e consultoria para microempresários, propiciando o crescimento desses empreendedores. “Nosso papel no Cria Rio é dar consultoria e capacitação às empresas do setor de moda, no que diz respeito a gestão estratégica das empresas. Depois que esses empresário já conseguem praticar o que aprendem, partimos para a exposição em feiras. O ganho é a experiência de mercado, além de possíveis parcerias”, explica.

Já Ana Torres, chefe da divisão de design e tecnologia de moda da FIRJAN, o trabalho da entidade na parceria que originou o Cria Rio é desenvolver o empresário quanto ao design dos produtos. “Nos contribuímos para a criação desses produtos, fazendo com que se tornem atraentes e competitivos. Quando o empresário descobre a importância de agregar valor à sua mercadoria, é possível aumentar a competitividade desses itens no mercado”, afirma.

Os esforços das duas entidades já mostram resultados. Segundo o empresário Leonardo Choen, representante da marca carioca Tricot Store, que produz roupas com diversas técnicas de tricô, sem este apoio seria difícil participar de uma feira do porte do Minas Trend. “O Cria Rio dá o pontapé inicial para que o empresário consiga andar com as próprias pernas. Aqui no salão de negócios do MW consigo fazer bons contatos e mostrar minha marca. Toda a consultoria que recebi, tanto de gestão quando de design, foi fundamental para que hoje eu consiga produzir de forma adequada, atendendo às demandas do mercado”, comemora.

Ao todo participam do projeto Cria Rio 11 expositores, sendo seis no stand coletivo de roupas e cinco no espaço de bijuterias. As expectativas são positivas e, segundo os organizadores, há grandes chances de o projeto voltar ao Minas Trend nas próximas edições.

Crédito fotos:  Don Rayment

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Minas Trend / Novidades'