Existem “regras”. Existem tradições. Mas, mais importante do que tudo isso: existe a personalidade do casal. E não tem nada mais especial do que realizar a cerimônia do seu casamento do seu jeitinho, com suas marcas e identidade.

E foi assim o casamento de Leca Novo e Juliano Arantes, casal de fotógrafos queridinho de Belo Horizonte. Na cerimônia, tudo tinha algo diferenciado, que revelava a autenticidade dos noivos. A começar pela escolha do local: a casa dos pais de Juliano – a mãe dele é a designer Mary Figueiredo (leia-se Mary Design).

Com decoração poética e bucólica, assinada pelo Museu de Grandes Novidades, os convidados foram recebidos com delicadas luzinhas, móveis rústicos e algumas surpresas, como a mesa de doces. Esta última foi montada com a ajuda dos melhores amigos e familiares: cada parente usou seus dotes de confeitaria de maneira participativa e levou para a festa um sabor único.

LecaeJu-184

Entre tantos detalhes apaixonantes, um chamou atenção: a cor do vestido das madrinhas. Diz a lenda que madrinha não pode usar preto. Mas, e se esta for a vontade da noiva? Pode? Pode sim! Leca desejou que todas as suas madrinhas usassem a cor. E elas obedeceram!

Leca e madrinhas

Para celebrar a união, as melhores amigas da noiva usaram vestidos exclusivos, desenvolvidos sob medida pela Kalandra, marca mineira especializada em moda festa. Cada uma palpitou, levou suas referências e escolheu um modelo que combinasse com seu estilo.

vestido-de-madrinha-fashionistando1

Nesta diversidade, os tecidos foram variados: tule, renda e crepe, em peças lisas ou bordadas em linha de seda e pedraria. Alguns modelos foram complementados com cintos, já outras ganharam fendas sofisticadas ou decotes sensuais na medida. O resultado? Harmonioso, moderno e muito chique. Quem curtiu a ideia das madrinhas de preto?

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Casamento / Casamentos Reais'