Ah, o desfile da Dior… Foi com essa frase de intenso suspiro que os convidados assistiram, em Paris, a primeira coleção assinada por Raf Simons, novo diretor criativo da grife, que modernizou os códigos do que conhecemos por clássico. Mas, sem abrir mão da identidade Dior, claro.

A maison lançou recentemente sua coleção Couture de outono e surpreendeu. Observe a composição do espaço, recheado de flores. Apesar de não ser primavera, flores são sempre charmosas e tem a capacidade de encher e aquecer o olhar. Ficamos encantados com a parede recheada por uma infinidade de rosas, orquídeas e outras variedades de flores. Tudo em cores ton sur ton. Trouxe o ar bucólico do “jardim secreto”, né?

Tamanha delicadeza revela o quanto a Dior é realmente inspiração para outras marcas ao redor do mundo. E tomara que tal romantismo contemporâneo realmente invada outros fashion shows por aí! As cores foram apresentadas sem medo e garantiram realce também no make. A beleza foi assinada por Guido Palau (hair stylist) e Path McGrath (beauty artist).

Veja que o olhar foi alongado com sombra prata e a cor do delineado combinava com a máscara de cílios. Podemos dizer que lembra o cisne negro, mas nada tenebroso, ao contrário, carregado de energia. E para fechar o contorno do rosto, lábios vermelhos matte com o centro laranja e fúcsia – combinação inusitada e com ares de arte. Quer copiar esse lábio quente e chamativo? Anote aí: batons Christian Dior #638 e #999. Já o prata base de todos os olhos é fruto do CoverGirl Intense ShadowBlast #805 Platinum Pop. É uma sombra líquida com cara de gloss!

Produtos da própria marca e Covergirl foram os escolhidos por Path, que conceituou todo o trabalho. “O toque dramático veio com aspecto simples”, e lindo!

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Beleza / Passarelas'