Será que é possível decorar sua casa de forma aconchegante, imprimir sua personalidade no seu espaço e não gastar quantias exorbitantes? A Morar Mais responde que sim. Prova disso é que o evento, que acontece em Belo Horizonte até o dia 5 de outubro, apresenta vários ambientes completos, produzidos de forma acessível. E o melhor: são projetos modernos, que seguem as últimas tendências de decoração, e que apresentam o melhor custo x benefício quando pensamos em planejamento, móveis, pisos e por aí vai.

E em meio a tantos trabalhos interessantes e criativos que são apresentados na mostra, um deles merece destaque: o EcoSPA. O motivo? Por ser inusitado. Afinal, o espaço trouxe algo novo, moderno e consciente ao explorar materiais de ferro velho ou encontrados em caçambas de Belo Horizonte e região.

Projetado por Bárbara Nobre, designer de Produto e Interiores com especialização em Permacultura e Bioconstrução, o EcoSpa alia conforto e bem estar ao luxo contemporâneo e harmoniza de forma funcional e estética restos de construções com produtos do mercado atual de maneira sustentável. “Quando se trabalha com reciclagem e reaproveitamento de materiais, muitas vezes é necessário adaptar o projeto à matéria-prima que você tem em mãos, diferente de um trabalho que você simplesmente vai à loja e compra exatamente o que precisa, com dimensões específicas”, explica Bárbara sobre o desafio de criar seu espaço no evento.

E o mais interessante é que, mesmo com a dificuldade de encontrar os materiais certos e mão de obra disposta a lidar com essas dificuldades, Bárbara alcançou o resultado desejado e mostrou que é possível reaproveitar itens antes desprezados. Afinal, criatividade não tem limite, né? Veja os materiais explorados pela designer:

> Pedras, telhas e gramas foram retirados de caçambas da região nobre de Belo Horizonte.
> O deck e os jardins verticais foram feitos com pallets usados.
> Peças antigas, encontradas em ferro velho, foram customizadas e trouxeram um ar vintage e, ao mesmo tempo, moderno para o espaço. Destaque para as mesinhas de ferro com tampo de pallets e as luminárias de antigos postes da CEMIG.
> A chaise de refugo, da Marcenaria SearaMagui, foi estofada com lona de caminhão. Além de ser totalmente sustentável, ela é ergonômico.
> O Puff Ninho, desenvolvido pela designer Mariana Gritsas, tem a base feita com ecogranito e almofada em linho, uma peça com inovação tecnológica e sustentabilidade.

Curioso, né? E para completar, o Spa também foi projetado de forma que se integrasse harmonicamente com a natureza, ou seja, Bárbara utilizou a flora local para agregar valor à decoração do ambiente. “Não quis agredir a natureza. Desta forma, o projeto foi se “encaixando” a ela, por exemplo, o deck teve que ter uns recortes para que as árvores saíssem do meio dele. Também existe uma pitangueira no meio do spa que teve que ser agregada de forma a valorizar o espaço”, completa.


Ficou com vontade de conferir o espaço de perto? A Morar Mais fica aberta ao público até o dia 5 de outubro. Um passeio por lá, além de inspirador, promete ser divertido. Enjoy!

Morar Mais
Horário de funcionamento: 4ª a 6ª – 16h às 22h | Sábado – 13h às 22h | Domingo – 13h às 19h

Ingressos: Inteira: R$ 50,00 | Meia: R$ 25,00 – Idosos acima de 65 anos, associados ABD e estudantes
Especial: R$ 30,00 – ADG | AMIDE | CAU | CREA | IAB

Local: Av. Celso Porfírio Machado, 1481 – Belvedere | Belo Horizonte

Crédito fotos: Rica Guimarães

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Decoração / Radar'