A marca fashion COS, uma das cinco que compõe o grupo sueco H&M (Hennes & Mauritz), foi criada para oferecer aos fashionistas uma categoria de moda mais elaborada – e um pouco mais cara – que as outras marcas do grupo: H&M, Monki, Weekday e Cheap Monday. Mas ventos do mundo da moda trazem a notícia de que a H&M pretende criar uma outra marca ainda melhor, de luxo, mas com preço (dito) justo.

Nada foi confirmado, mas o burburinho já começou. Todos querem saber como o grupo criará uma marca com preços mais baixos para o mercado de luxo, já que os materiais precisam ser muito superiores. O provável responsável pela resposta é a ex-estilista da marca sueca Whyred, Behnaz Aram, contratada para o departamento de novos negócios do grupo.

Infelizmente ainda só encontramos a COS, a Monki, a Weekday e a Cheap Monday atravessando o Atlântico, na Europa. E não se sabe como (nem se) esta nova marca será desenvolvida. Esperamos que, pelo menos, esta também seja altamente globalizada como a famosa fast fashion H&M, que já vendeu coleções boas e baratas colaboradas com designers da Versace e da Lanvin. Dedos cruzados.

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Moda / Novidades'