Inspirar-se no Hawaii para o verão pode ser considerado clichê. Entretanto, a grife de Carol Gold e Pitty Tagliani fez isso com maestria. Sem sombra de dúvidas, o desfile foi o mais irreverente do line up do SPFW.  Para dar mais ênfase a alegria da coleção e da estação, a trilha sonora escolhida para o desfile foram sucessos do grupo “É o Tchan”. Inusitado para um fashion show, né?

Para as estampas, a Amapô trouxe os elementos mais caricatos da cultura havaiana, como o hibisco e o neoprene. Os prints exclusivos foram criadas a partir de viagens das estilistas e apareceram em tamanho maxi. Na passarela, cores vibrantes, como rosa, verde, amarelo, laranja, vermelho e branco.

O jeans foi um dos destaques entre as calças de cintura alta que surgiam acompanhadas de camisas, maiôs e biquínis. O detalhe? O material finalizado com cordas na lateral, que conferiram ainda mais frescor ao visual.

O ponto auge do desfile ficou por conta dos adereços na cabeça. Os cabelos foram enfeitados com adornos a lá Carmem Miranda e Maria Antonieta, com barquinhos, cavaquinhos, flores e chapéus que deram o tom do tropicalismo contemporâneo da apresentação. Meninos e meninas usaram três chapéus ou bonés, colocados de forma desconstruída e exagerada.

O desfile foi aplaudido de pé pela plateia, que foi contagiada pelo alto astral do show. Uma belíssima coleção, moderna e atrevida, que mostra que a moda também é uma manifestação de ironia e bom humor.

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Moda / SPFW'