Que mulher nunca se encantou com a história de Cinderela? O conto de fadas permeou o imaginário infantil de 9 a cada 10 meninas. Sabendo bem disso, e com a moda de fazer remakes de grandes desenhos (a exemplo de Chapeuzinho Vermelho, Alice, Malévola, etc.), chegou a hora de assistir o filme dessa famosa trama. E ele chega com todos os efeitos e emoções que acompanhamos quando éramos crianças, só que agora em proporção gigantesca, digna de Oscar.

E a Disney não deixou barato. Contratou uma equipe renomada para assumir a produção do filme, que nos encantou de verdade! É claro que além da trama em si, ficamos de olho nos detalhes do figurino, parte fundamental para reforçar a característica de cada personagem. Durante a London Fashion Week estivemos presentes em um evento super exclusivo promovido pela Swarovski, para mostrar toda a sua participação nos trajes e acessórios do longa. Para se ter uma ideia da grandiosidade, a empresa cedeu mais de 1,7 milhão de cristais para a produção de roupas, acessórios, peças de cabelo e maquiagem que fizeram parte das cenas.

Quem nos acompanha pelo instagram (@fashionistando), viu em primeira mão o sapatinho maciço de cristal, dentre outras peças que são recheadas com os brilhos austríacos e deram ainda mais glamour às gravações. O calçado desenvolvido por Oscar Winning já se tornou desejo mundial e a Swarovski produziu 400 cópias da peça, que poderão ser compradas por R$8.490. O curioso é que não se compra o par, quem encarar esse investimento leva para casa apenas o pé que a Cinderela perdeu.

E durante o evento tivemos o prazer de bater um papo com a top Sandy Powell, responsável pelos figurinos. Ela já ganhou três estatuetas e agora esperamos que este trabalho lhe renda mais um Oscar. A expert nos contou que amou fazer esse trabalho: “É uma história que faz parte da nossa vida”.

Todos os looks do filme trazem referência dos anos 40. E Sandy nos surpreendeu ao contar sobre os materiais usados. “Nos vestidos de Anastasia e Drisella optamos por usar tecidos baratos, que depois tingimos nos tons que queríamos. Para deixar as peças ainda mais exclusivas fizemos até flores pintadas a mão”. As produções usadas pelas irmãs sempre tem um ar mais cômico, com cores vibrantes, já que as duas são mais caricatas e “atrapalhadas”. Isso é arrematado pelas madeixas ruivas super encaracoladas e comportamento nada discreto.

Ao contrário do que foi feito das peças da dupla, materiais nobres também foram explorados, como o veludo, que pode ser visto em um dos trajes da madrasta, mulher elegante e super altiva, que sonha fazer as filhas se casarem com o príncipe.

Mas, o mais lindo e encantador foi o vestido do baile usado por Cinderela, quando ocorre a grande transformação feita pela fada madrinha. Sandy explicou que este foi um figurino que exigiu 240 metros de tecido. “Fizemos oito camadas para alcançar o volume que queríamos na saia e o tecido tem grande porcentagem de poliéster, para ficar ainda mais armado. Usamos vários materiais sintéticos para alcançar essa proposta”, explica.


E como não falar dos brilhos? Sandy revelou que foram usadas pedras de vários formatos e tamanhos, mas no caso do vestido para o grande baile, os menores foram os escolhidos: “Você praticamente não os vê porque são realmente minúsculos, mas utilizamos vários, que praticamente cobrem todo o vestido. Eles brilham e refletem a luz”. Um número? Ela contou que foram 10 mil pedras em cada um, além do figurino da Cinderela.

Os trajes que fizeram parte do baile foram os que exigiram mais da equipe. Tinham que ter volume, cor e muito brilho. Repare isso quando assistir ao filme. É de cair o queixo! As borboletas trazem um toque ainda mais delicado no traje de festa da antiga “gata borralheira”. Várias foram aplicadas na gola do vestido, além da peça feita em metal e cravejada com cristais, que arremata o sapatinho de cristal.

Depois de ver tamanha riqueza e primor nos detalhes, vamos saber quem é quem nesta grande produção? Conheça os principais atores que deram vida à este conto de fadas:

Não perca tempo e já marque cinema – com pipoca, claro! – com suas amigas! O filme nos surpreendeu (e olha que tínhamos grandes expectativas). É bom lembrar da infância e trazer toda esse encanto para a vida real. Um conselho de Cinderela que vamos levar para a vida?

Seja corajosa e gentil. Não importa como o mundo e as pessoas vão te tratar. Você será recompensada no final pelos seu ato de bondade ao próximo“.

<3

 

4 Respostas para “Cinderela: O figurino!”

  1. halberto fonseca

    “ASSISTIR O FILME”.Erro primário.Só se for uma equipe de técnicos corrigindo erros na fita ou DVD.Ação indireta do telespectador num filme é “assistir ao”.Ação direta do médico sobre o paciente é “assistir o”.Como vocês dão munição para este Mania de Copidesque!

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Cultura / Radar'