Um acessório tem o poder de transformar uma produção e trazer um toque de charme e personalidade ao look nosso de cada dia. Há quem ame maxi brincos, cravejados com pedras coloridas. E tem também quem não abre mão de anéis requintados, chamativos e, ainda assim, delicados. Colares, pulseiras e outros adornos bem pensados fazem parte deste time tão desejado pelas mais vaidosas.

E se você é do tipo que adora peças exclusivas, temos uma ótima notícia: amanhã Belo Horizonte ganha um novo showroom da Julia Torquetti Semijoias. O espaço promete oferecer “acessórios para realçar o seu brilho natural” e surpreender com itens diferenciados, atemporais e muito elegantes.

Para quem não sabe, a marca nasceu em 2009 e, desde então, vem conquistando um público fiel. E para celebrar o lançamento do novo espaço, Julia Torquetti desenvolveu uma coleção especial, que tem como destaque as pedras naturais. As gemas trazem sofisticação para acessórios elaborados e os modelos que misturam mais de uma pedra, em diferentes tonalidades, são ainda mais desejáveis.

O coquetel de inauguração acontece amanhã e sábado, dias 5 e 6 de julho respectivamente. Ninguém vai perder, né?

Serviço:
Inauguração do novo Showroom Julia Torquetti Semijoias
Avenida Álvares Cabral, 1030 – sala 802
Atendimento com hora marcada
Contatos: (31) 3075.2514 |  contato@juliaorquetti.com
Dia 05 de julho – 14h às 20h
Dia 06 de julho – 10h às 18h

27 Respostas para “Julia Torquetti Semijoias”

  1. Sancha Livia Resende

    Se vc fosse mais atenta e consultasse alguém do setor joalheiro, jamais diria SEMIJOIAS! Joia é joia, bijuteria é bijuteria! Semijoia não existe! Ou vc pensa que é uma meia joia? Na próxima vez consulte antes de escrever!

    • Olá Sancha,
      Tudo bem?
      O termo semijoia já caiu no senso comum, isto é, já é usado no mercado há um bom tempo.
      É uma terminologia utilizada para bijuterias finas e elaboradas.
      Mas, todos sabemos que semijoia é uma bijuteria.
      De toda forma, obrigada pelo comentário.

      • Angélica

        As chamadas semi-jóias a meu ver deveriam chamar jóias, já que a grande maioria é feita em prata, com pedras naturais…
        As cravações são perfeitas e as pedras variam de rubi até safira, com lapidações menos finas, motivo pelos quais são vendidas a preços muito mais baixos.
        A pronuncia não importa, fico feliz qdo vejo que as “semi-jóias” estão aí para democratizar o luxo e o glamor!

    • ALBERTH FRANCONAID

      É incrível, você pode ter informação, conhecimento, expertise e até ter sido atuante, mas tudo isto, de nada valerá certamente, se você não tiver educação ou ao menos tentar ser uma pessoa polida ao expor suas opiniões. Caso contrário, o que você acaba expondo suas frustrações.

      O mercado hoje é globalizado. Claro que algumas pessoas não se enquadraram nele, mas de fato é e os tempos são outros. Hoje o consumidor tem tanta voz, merecida voz! Afinal é ele é quem põe a mão no bolso e desembolsa o que ele acha que cada marca vale. É uma questão de posicionamento estratégico, do espaço conquistado na mente do seu público-alvo.

      O criador que se esquece do comportamento do consumidor acaba acaba desprezando importantes informações do seu setor.
      E as vezes, até questões linguísticas.
      Vale ressaltar que a língua é viva e acompanha a aplicação dos significados usados pelo povo!
      Foi assim com o termo ÓTICA, popularmente associada à visão mas que originalmente era relativo ao OUVIDO. O senso comum desprezou a palavra ÓPTICA que de fato se refere à visão para fazer uso da palava ÓTICA e assim o levou aos dicionários!

      Na próxima vez não seja tão ignorante e tenha educação, por mais expert que você julgue ser! Pois como já dizia Artur da Távola, “tão ou mais difícil do que ter razão, é saber tê-la!”

  2. OdeioMalAmada

    Se seus pais fossem mais atentos e consultasse alguém com certa noção do feio, jamais colocaria o nome de SANCHA! Nome é nome, Nome feio é nome feio! Sancha não existe! Ou vc pensa que é a mulher do Sancho Pança? Na próxima, vá ao cartório antes de ser grossa assim.

  3. Wagman Maia

    Oi Sancha, para alguns profissionais da área, existe diferença entre semi-jóia e bijuteria: peças que levam várias camadas de ouro ou prata e utilizam pedras naturais, são consideradas semi-jóias. Bijuterias são produtos mais simples, com pedras sintéticas e metais inferiores.
    Fabíola, parabéns pela matéria! :)

  4. Márica Cabral dos Santos Resende

    O mundo está cheio de gente que gosta de corrigir aos outros, deveríamos primeiramente nos corrigir. Porque se todos tentassem resolver seus problemas antes de tudo e aprender o que é certo ou errado, não teríamos tantos problemas em nossa sociedade e nem tempo para criticar o que já está feito e não por fazer. E as semi joias que existem por ai são de deixar muita joia no chinelo. Meus parabéns pelas semi joias, amei.

  5. Marcela F

    Gente o recalque aqui falou alto kkkk Se é semi-Joia, joia ou bijuteria não importa! importa que é lindo e faz a mulher se sentir linda! como meu orçamento não me permite uso bijuteria e me acho uma diva, !!! O Importante sentir Feliz! Detesto esses post de criticas dessas recalcadas! afff

    Lindíssimas essas semi-joias ameeiii

  6. Olá sou suspeita para falar…
    As pecas da Júlia Torquetti não são Semi-Joias
    alias são mais do que isso são elaborada
    e de muito bom gosto…
    Não importa se e ouro ou prata a riqueza
    das pecas a forma que são feitas isso sim
    e considerado uma jóia…
    Tudo que e feito com bom gosto e jóia porque
    as pessoas estão sem noção do que e
    Preciosidade.

  7. Lindamar Maciel

    São lindas suas peças, temos que identificar um trabalho bem feito, de bom gosto e moderno. Muito sucesso para você. O mercado mineiro agradece a esta artista.
    Beijos,
    Lindamar
    Consultora em negócios de moda mineira.
    (31) 93046850.

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Compras em BH / Moda'