Quando começou o fascínio feminino por joias e histórias de amor? Podemos dizer que essa combinação faz sucesso há muito tempo. Aí o nosso encanto por compartilhar a trajetória de uma mulher inspiradora, que apesar de todos os percalços da vida, não desistiu de tentar encontrar a sua realização por completo. E isso um dia aconteceu! Com a proximidade do “Dia Internacional da Mulher”, nada melhor do que compartilhar uma história de sucesso (atrelada à persistência e foco em sua essência) para inspirar você.

Uma TARDE/NOITE que tinha tudo para ser uma SEXTA qualquer, mas foi um marco. Quem já ouviu falar da Ana Tomich? Ana é mais do que a “moça bonita” que ficou famosa pelo seu pedido de casamento INCRÍVEL. Muita “água passou por baixo da ponte” para levá-la a este encontro inesperado, que mudou a vida dela completamente.

Reveja a história que mudou a vida da Ana:

Ana é formada em Terapia Ocupacional e viveu momentos difíceis até encontrar aquilo que realmente fazia seus olhos brilharem. Ela se aventurou em diversas áreas em busca da sua realização. Ana passou até em um Concurso super concorrido e resolveu abrir mão porque sabia que lá no fundo sua vocação era outra: “meus pais quase me mataram. E eu já tinha um filho, imagina?”, conta. Nessa época, com apenas 23 anos, ela passou uma madrugada inteira chorando… “Eu estava em pânico por não ter descoberto ainda o que eu queria fazer, aí peguei o computador e comecei a fazer uma pesquisa dentro do tema que sempre me fascinou, que era desenhar e colorir. Logo surgiu o design de joias e tive o tão esperado ‘click’”.

ana_tomich-joias-noivas-casamento-fashionistando-01

Na manhã seguinte ela levantou decidida sobre o seu novo rumo de vida e até os pais deram apoio: “já era a minha quinta tentativa, mas nessa tive mais força deles, já que a família do meu pai gosta muito desse universo, porque eles são da região de Teófilo Otoni, conhecida como a capital das pedras preciosas. Desde criança eu sempre soube o nome de todas as pedras”, revela. Mas o seu primeiro contato com a parte de desenvolvimento de fato aconteceu com a renomada Fátima Cavalieri. “Fiz vários cursos em sequência… Absorvi tudo o que pude e, sem dúvidas, a Fátima foi a minha madrinha. Nessa época eu cheguei a trabalhar em shopping durante o natal para pagar o curso e, tudo o que recebi, foi para esse objetivo”, relembra.

O legal é ver que até as pessoas mais experientes que estavam perto da Ana já perceberam de cara que o seu talento era extraordinário e fora do comum. A própria Fátima se desdobrou para dar aulas particulares para a jovem designer e até cedeu o próprio nome para que ela tivesse créditos no mercado para comprar o material necessário para começar. E assim foi surgindo uma profissional que chegou para revolucionar o mercado de um jeito exclusivo e sempre cheio de amor. Ana desenvolveu as suas primeiras peças para uma exposição no Ponteio, a convite e Fátima Cavalieri, e foi sucesso absoluto! “Tive poucos meses para desenvolver uma marca, criar as peças e realmente começar do nada”. E quem diria que de 3 peças surgiria algo muito maior?

ana_tomich-joias-noivas-casamento-fashionistando-02

Ana transformou em profissão o seu dom pela arte!

A sua primeira encomenda foi justamente de um anel de noivado. “Caí nesse marcado de casamento de paraquedas. Comecei a fazer os brincos das minhas amigas que iam casar e uma foi indicando a outra”. Mas qual a diferença da Ana para as outras milhares de designers de joias que estão no mercado? Desde o princípio ela se dedica a conhecer – e compartilhar – a história de cada peça que é encomendada. E isso é um dos motivos que contribui para que o processo criativo da designer resulte em peças ainda mais exclusivas.

ana_tomich-joias-noivas-casamento-fashionistando-03

E o seu pedido de casamento também foi um divisor de águas para a carreira da designer, que hoje tem o marido Vinicius como seu braço direito na empresa. “O Vini é a presença masculina que cuida na parte administrativa da empresa e até ajuda os noivos que também querem surpreender as namoradas, dando ideias e outros conselhos”, conta. Sem dúvidas o casal se tornou referência de cumplicidade, amor e criatividade!

Hoje os casais que procuram pelo seu trabalho já sabem que, além de terem uma peça carregada de carinho e exclusividade (as peças únicas ganham o nome da noiva ou do casal para eternizar aquele modelo), a sua história de amor também será compartilhada nas redes sociais da Ana. Vale conferir o instagram e se envolver por cada entrega que a designer faz. Os posts são repletos de cuidado e muita beleza! “Cada vez mais recebo clientes que tem histórias lindas para compartilhar e que se conectam com minha essência! E como aprendo com cada um deles e me emociono!”. Ou seja: ter uma peça Ana Tomich se tornou objeto de desejo absoluto, porque quem não quer viver um amor arrebatador e gritar essa alegria para o mundo?

ana_tomich-joias-noivas-casamento-fashionistando-04

Ana desenvolve peças que contam histórias e carregam significados

E como se não bastasse, a designer ainda pensou em uma maneira única de trazer a sua assinatura nas peças: ela coloca uma pedrinha preciosa especial nas joias, de presente para os clientes. E essa ideia surgiu justamente do seu anel de noivado: “Na época do meu noivado, Vini arrumou um ‘falso cliente’ para me encomendar um anel de noivado e pediu pra colocar essa pedrinha (a minha é uma água marinha) na parte de baixo do meu anel! Ele sempre soube que eu sou alucinada por pedras preciosas e seus significados!”, conta.

ana_tomich-joias-noivas-casamento-fashionistando-05

Todas as peças Ana Tomich levam uma pedrinha preciosa cravejada na parte inferior

“Ele queria que sempre que olhasse para essa pedra eu me lembrasse do significado dela (fidelidade e amor eterno) e da gente. Com toda repercussão que o vídeo do nosso pedido de casamento teve e por ter viralizado, eu recebi centenas de mensagens de pessoas de todo país falando que amaram a ideia e que queriam a pedrinha na joia deles!. Daí em diante todas as peças recebem esse carinho e a pedrinha pode ser escolhida pelo cliente, de acordo com o significado que mais lhe agradar.

Mas, nem só em alianças e anéis de noivado a Ana Tomich empenha o seu talento. Brincos, abotoaduras, terços e outras peças mais casuais também compõe o seu portfólio, com criações sempre atuais e repletas de beleza, que também refletem o mood apaixonante da marca.

ana_tomich-joias-noivas-casamento-fashionistando-06ana_tomich-joias-noivas-casamento-fashionistando-07

Ana desenvolve anéis de noivado, alianças, abotoaduras, terços, brincos e tudo mais que você sonhar!

Sem dúvidas a história de vida da Ana inspira a todos nós, não importa a idade! Ela transformou o seu talento mais nato em algo que toca vidas de uma maneira profunda e não somente pela peça em si: todo o seu atendimento revela carinho! “Não tenho horas delimitadas para receber meus clientes. Quero que fiquem à vontade para conversar e me trazer o máximo de informações. Nos cercar de pessoas que se identificam conosco e com nosso propósito de vida é um presente que damos a nós mesmos!”.

E dessa maneira verdadeira e sempre disponível que a Ana ressignificou a proposta de experiência da compra de uma joia. Para quê entrar em uma enorme rede de joalherias e adquirir uma peça que foi produzida em série, se você pode ter aquela que realmente revela a sua essência e que ainda vem com uma pedrinha preciosa de presente? Basta sonhar, que a Ana Tomich faz acontecer!

ana_tomich-joias-noivas-casamento-fashionistando-08

O sorriso de quem deu a volta por cima: “Eu decidi trabalhar com sonhos, sentimentos, momentos, batimentos cardíacos e ajudar a colocar sorriso na cara das pessoas!

Ficamos encantadas por conhecer melhor a história da Ana e por ver o quanto dedicação e uma dose extra de amor podem mudar qualquer cenário! Mais uma prova que recebemos daquilo que compartilhamos! <3

SAIBA MAIS:
@anatomichdesignjoias
http://www.anatomich.com/
(31) 9 8691-5950 | contato@anatomich.com

 

 

 

5 Respostas para “Ana Tomich e suas joias que contam histórias de amor!”

  1. Eduardo Seba

    1. O título da matéria não seria “Designer mineira de joias…”?
    2. Joias e histórias de amor não formam um tripé.
    3. Tripé que anda de mãos dadas é muito engraçado.
    Kkk, parei de ler a matéria.

  2. Sou suspeita em falar dessa garota.Mas é tudo isso mesmo, só desejo muito mais sucesso.Minha filha ficou noiva e exigiu que o anel fosse dessa linda designer.Que venham as alianças.Parabėns por ser uma jóia de pessoa.

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Casamento / Dicas / Tendências'