Tem gente que torce o nariz. Mas, ousamos a dizer: você também vai acabar se rendendo a soberania do comprimento midi. Calma, podemos explicar porque tamanha perspicácia. Depois de acompanhar os 12 desfiles do Minas Trend e rodar pelo salão de negócios do evento, chegamos a conclusão que ele é, de fato, o queridinho da vez.

Mas, isso não é novidade, né? No último inverno ele apareceu tímido, continuou fazendo graça no verão e, agora, consolida seu reinado. Em tricô, em jacquad, em tafetá… os tecidos são diversos e as modelagens também, como godê, evasê, lápis. Tem para todos os gostos e estilos. O que vale, mesmo, é investir na proposta!

Para quem não sabe, o midi se caracteriza pelo comprimento um pouco abaixo do joelho e pode chegar até o meio da canela. Esta proposta nasceu nos anos 20, ganhou força nos anos 50 e, agora, surge repaginada e pode ser a peça chave para compor uma produção que alia informação de moda, conforto e uma feminilidade exacerbada.

Você curte essa tendência ou ainda tem medo de arriscar? Bom, enquanto você pensa a respeito, pode começar a se apaixonar ao apreciar os modelos que foram destaque na passarela mineira. Confira:

Mariana Weicket brilhou no desfile da Mabel Magalhães e usou a saia midi em duas propostas completamente diferentes: no look da esquerda, a modelo e apresentadora aparece com a saia midi + moletom bordado, uma releitura da tendência sport couture, que é uma das apostas mais quentes da próxima estação. Já na produção da direita, Mari aparece mais sofisticada, com o casaco, todo bordado, sobre a camisa branca. Duas ideias lindas para investir na saia midi, concorda?

Ainda no desfile de Mabel Magalhães, outras propostas com o comprimento midi, em diferentes modelagens: vestido romântico, saia lápis moderna e saia evasê sofisticada. Ao analisarmos todas as fotos, podemos concluir que, de fato, este comprimento exala feminilidade, independente do estilo.

No desfile de Lucas Magalhães, produções ainda mais mais contemporâneas e igualmente interessantes e inspiradoras. Vale usar a saia midi com o moletom, misturando estampas. Outra ideia atual é compor o vestido com um casaco também comprido. Elegância no ato!

Alessa, Faven e Jardin também trouxeram looks com a queridinha saia midi. É bom ver marcas tão diferentes explorando o comprimento. Assim, podemos perceber a versatilidade desta tendência.

Patrícia Motta trouxe modelos em couro. Trabalhada de formas variadas, a matéria-prima também se revela uma base perfeita para peças com comprimento midi.

Crédito fotos: Agência Fotosite

Piacesi Arquitetos Associados
Abatjour de Arte
Viniltec

Uma Resposta para “[MW] A soberania da saia midi”

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Minas Trend / Moda'