Foram seis anos sem desfilar. Muito tempo para uma das principais grifes do país e que, quando o SPFW começou, quando ainda era Morumbi Fashion, acreditou nesta projeto. Foram tantos anos fora da passarela que o retorno merecia ser triunfal. E foi. A Forum ainda aproveitou sua volta para dar o pontapé inicial às comemorações de 30 anos da marca. E motivos não faltam para celebrar, né?

E é exatamente por isso que estilista Marta Ciribelli olhou para o Brasil para desenvolver a nova coleção. Afinal, este verão é especial e precisa exalar a alegria do nosso país. Entre as apostas da grife para a estação, vale ressaltar a alfaiataria, que chega totalmente revisitada, muitas vezes em renda.

Para a temporada, a Forum também contou com o trabalho de um dos principais artistas brasileiros: Felipe Jardim. Famoso por suas ilustrações e estampas elaboradas, o artista buscou em nosso país a inspiração para criar prints cheios de poesia. Cinco ícones brasileiros, entre eles o Inhotim, em Minas Gerais, e a Chapada dos Veadeiros, em Goiás, foram a referência. Estas inspirações também resultaram em rendas exclusivas, que valorizam a feminilidade e garantem ainda mais sofisticação às peças de alfaiataria.

Para conferir um toque contemporâneo à esta nova fase da grife, Marta também criou vestidos com detalhes inusitados. Alguns modelos ganharam pregas de camisaria, outros vieram com golas de blazers. Além disso, outras peças chegam com um maxi decote regata, que traduz o desejo das brasileiras para a estação.

[nggallery id=64 template=galleryview images=0]

E será que a Marta tem alguma peça favorita? “Eu acho que a mulher brasileira merece usar um vestido longo e fluido. Gostaria que estas peças se transformassem em objeto de desejo neste verão”. Marta se referia aos três vestidos longos que criou para o desfile, um inspirado no Edifício Bretagne, instalado em São Paulo, outro com uma maxi estampa de caipirinha e, o último, com a estampa da orla de Salvador.

Em tempo: Vale destacar a print e a renda Inhotim, inspiradas no Instituto de Arte Contemporânea e Jardim Botânico, em Brumadinho, bem pertinho de Belo Horizonte. Esta criação garantiu uma renda com certa transparência, que foi rebordada, e uma estampa, desenvolvida digitalmente, que traz a ideia do desgaste da cúpula.

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Moda / SPFW'