Planejar uma viagem econômica exige organização e pesquisa – muita pesquisa. É preciso ler bastante sobre o destino escolhido, buscar opções de hospedagem que ofereçam o melhor custo x benefício (muitas vezes não vale a pena ficar em um hotel que seja muito barato, porém muito distante dos lugares que você deseja visitar – lembre-se de computar os gastos com transporte e também o tempo de deslocamento) e ficar atento as dicas de pessoas que já estiveram na cidade. Buscar informação é o sucesso da sua viagem! Além disso, existem outras 7 dicas infalíveis que prometem fazer com que você aproveite ao máximo suas férias, sem gastar muito. Vamos conferir?

1. Planejamento

Leia, pesquise, escarafunche todos os sites e blogs que falam sobre o destino escolhido. Não compre nada antes de ler muito. Pesquise a melhor época para visitar, como estará o clima no período que você deseja ir (se chove, se neva, se é frio ou calor – essas informações são determinantes!), se as atrações que você pretende conhecer estarão abertas nas datas que você poderá ir, etc. Um roteiro bem pensado é fundamental para quem precisa economizar. Além disso, a viagem começa neste momento!

2. Quando comprar a passagem?

Nem com muita antecedência, nem de última hora. Fique atento as promoções e, assim que surgir uma boa oportunidade, não pense duas vezes (tem gente que fica na expectativa de uma passagem melhor e acaba perdendo uma super promoção!). E se estiver faltando dois meses para sua viagem e nenhuma promoção apareceu, compre sua passagem. A tendência é: quanto mais perto da data, mais caro. Não durma no ponto! Anote: o período ideal para comprar a passagem é entre dois e três meses antes da viagem.

3. Comprar passeios com antecedência

pfw-152

No 1º domingo de cada mês, a entrada no Louvre, em Paris, é gratuita. Nos dias normais, o ingresso é 10 euros. Para evitar filas, compre com antecedência na Fnac, Ticketweb ou Ticketnet.

Roteiro pensado, passagens compradas. É hora de começar a comprar os passeios! A maioria dos museus, parques e atrações pagas oferecem um preço diferenciado para quem compra com antecedência, pela internet. Aproveite esses descontos! Alguns sites internacionais, como o da Revista Time Out, também informa sobre descontos, principalmente sobre shows e espetáculos.

4. Hospedagem: Hotel ou Apartamento

Chegou a hora de escolher o hotel. E a dúvida clássica atual é: hotel ou apartamento? Depende. Lembre-se que o apartamento não oferece café da manhã e você precisará comprar essa refeição. Então, ao pesquisar onde ficar, leve isso em consideração. Fique atento também a localização do hotel. Quanto mais distante, maior o gasto com transporte e menos tempo para curtir a cidade (já que você irá demorar para ir e vir).

5. Levar real, dólar ou a moeda local?

dicas-para-economizar-na-europa-euro

Cada viagem demanda uma pesquisa diferente sobre isso. Por exemplo: para Buenos Aires, vale a pena levar Real. Para o Chile, leve dólar e troque lá por pesos. Para a Europa, já leve os euros. Então, pesquise sobre o local e veja o que os outros viajantes falam sobre isso. E se você optar por trocar a moeda no Brasil, a dica é visitar o site MelhorCâmbio.com. Ele é um comparador de câmbio que te mostra a melhor cotação do dia e ainda permite que você negocie com a operadora.

6. Programas gratuitos

Toda grande cidade oferece atrações gratuitas. São feiras, festas de rua e até museus. Pesquise sobre isso. Alguns museus oferecem entradas gratuitas em dias específicos do mês ou da semana. Oportunidade de economizar é aproveitar tudo o que for gratuito!

7. Converse com os moradores locais

Converse com quem mora na cidade. Eles sempre terão as melhores dicas! Pergunte, principalmente sobre onde comer. Restaurantes fora dos grandes centros normalmente são melhores e mais baratos. Restaurantes próximos a pontos turísticos são, normalmente, no estilo “pega turista”: caros e nem tão bons assim. Alguém da cidade poderá sugerir um local típico, com comida saborosa e preço acessível.

No mais, desligue o roaming do seu celular – caso contrário, você poderá pagar uma fortuna! –, visite o supermercado mais perto do seu hotel (compre água, vinho, biscoitos e chocolates – leve sempre algo na mochila, para evitar gastar muito na rua) e aproveite – sem ficar convertendo – a oportunidade de conhecer uma outra cidade ou país. Viajar é sempre dos melhores investimentos!

2 Respostas para “7 dicas para economizar em uma viagem”

Deixe uma Resposta

Mais sobre 'Dicas / Turista'